Mais de 3.000 poetas e críticos de lusofonia!

Augusto Frederico Schmidt 

Jean Léon Gérôme (French, 1824-1904), Morte de César, detalhe

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Poesia :


Fortuna crítica:


Alguma notícia do autor:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

William Blake (British, 1757-1827), Christ in the Sepulchre, Guarded by Angels

 

William Blake (British, 1757-1827), The Ancient of Days

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Franz Xaver Winterhalter. Portrait of Mme. Rimsky-Korsakova, detail

Augusto Frederico Schmidt


 

Lembrança
 

 

Todos os que estão neste cinema agora,
Neste cinema alegre,
Um dia hão de morrer também:
Nos cabides as roupas dos mortos
         penderão tristemente.
 

 

Os olhos de todos os que assistem
         as fitas agora,
Se fecharão um dia trágica e dolorosamente.
E todos os homens medíocres
         se elevarão no mistério doloroso da morte.
Todos um dia partirão —
         mesmo os que têm mais apego às coisas do mundo:
Os abastados e risonhos
Os estáveis na vida
Os namorados felizes
As crianças que procuram compreender —
Todos hão de derramar a última lágrima.
 

 

No entanto parece que os freqüentadores deste cinema
Estão perfeitamente deslembrados de que terão de morrer
— Porque em toda a sala escura há um grande ritmo de esquecimento e equilíbrio.
 


Do livro: "A poesia fluminense no século XX", FBN/Imago/UMC, 1998, RJ/DF
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Franz Xaver Winterhalter. Portrait of Mme. Rimsky-Korsakova, detail

Augusto Frederico Schmidt


 

Soneto a Camões
 


As tuas mágoas de amor, teus sentimentos
Diante das leis que regem nossas vidas,
Desses fados que dão e logo tiram,
E a que estamos escravos e sujeitos.
 


As tuas dores de amar sem ser amado,
De procurar um bem que não se alcança,
E no canto clamar desesperado
Pelo que nunca vem quando se busca.
 


Poeta de enamoradas impossíveis
E que num negro amor desalteraste
Essa sede de amar dura e terrível,
 


As tuas mágoas de amor, tuas fundas queixas,
Como uma fonte ficarão chorando
Dentro da língua que tornaste eterna


In: "Nova Antologia Poética", Ed. do Autor, Rio de Janeiro, 1964
 

   

 

Tiziano, Mulher ao espelho

 

 

Início desta página

Herodias by Paul Delaroche (French, 1797 - 1856)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Franz Xaver Winterhalter. Portrait of Mme. Rimsky-Korsakova, detail

Augusto Frederico Schmidt


 

A chuva nos cabelos


A chuva molhava os seus cabelos,
A chuva descia sobre os seus cabelos
Voluptuosamente.
A chuva chorava sobre os seus cabelos,
Macios,
A chuva penetrava nos seus cabelos,
Profundamente,
Até as raízes!
 


Ela era uma árvore,
Uma árvore molhada
E coberta de flores.


Publicado: Fonte invisível (1949)
 

   

 

Tiziano, Mulher ao espelho

 

 

Início desta página

Herodias by Paul Delaroche (French, 1797 - 1856)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Franz Xaver Winterhalter. Portrait of Mme. Rimsky-Korsakova, detail

Augusto Frederico Schmidt


 

Apocalipse


As velas estão abertas como luzes.
As ondas crespas cantam porque o vento as afogou.
As estrelas estão dependuradas no céu e oscilam.
Nós as veremos descer ao mar como lágrimas.
As estrelas frias se desprenderão do céu
E ficarão boiando, as mãos brancas inertes, sobre as águas frias.
As estrelas serão arrastadas pelas correntes boiando nas
[águas imensas.
Seus olhos estarão fechados docemente
E seus seios se elevarão gelados e enormes
Sobre o escuro do tempo.


Publicado: Canto da Noite (1934)
 

   

 

Tiziano, Mulher ao espelho

 

 

Início desta página

Herodias by Paul Delaroche (French, 1797 - 1856)

 

 

18/01/2006