Jornal de Poesia, editor Soares Feitosa

Maria A. S. Coquemala

 

 

 

Poesia & Conto:

 

 

Ensaio, crítica, resenha & comentário: 

 

 

Fortuna crítica: 

 

Alguma notícia do(a) autor(a):

 

 

 

Allan R. Banks (USA) - Hanna

 

 

 

 

     
 
Wilson Martins

Início desta página

Herodias by Paul Delaroche (French, 1797 - 1856)
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Mais de 3.000 poetas e críticos de lusofonia!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Maria A. S. Coquemala


Relato de uma peregrinação adolescente,

de

Soares Feitosa

 

Francisco, oi, bom dia, acabei de ler seu texto, gostei muito, me remeteu à própria infância, quando eu andava uns três km pra acompanhar meus irmãos que iam pegar o ônibus rumo à escola, e eu ficava olhando, com inveja, queria aprender a ler, mas só tinha 5/6 anos, então voltava sozinha pra casa, no sítio, trazendo o jornal do meu pai, passando pela ponte, por trechos de mata fechada, vendo bois nos pastos, uma infância também muito rica nos contatos com a natureza, daí que me enfronhei na sua pele, podendo imaginar o que o garotão de 15 anos sentia... E como você, me espantava o céu estrelado, queria saber o que era uma estrela, perguntava a todo mundo, ninguém sabia, até que numa noite inesquecível uma amiga mais adiantada na escola me explicou o espantoso tamanho, o sol, uma estrela de apenas quinta grandeza, tanta coisa... Jamais esqueci a emoção daquela noite, daí que estou sempre estudando o universo, vendo-o em maravilhosas imagens televisivas, querendo saber mais e mais...

Gostei muito de conhecê-lo (nas entrelinhas do seu texto), sensível, culto, inteligente, emotivo, sou sincera, nos elogios, quando não há o que elogiar, eu apenas me calo.

E gostei da sua linguagem, do seu estilo, nada de modernidades macaqueadas de G. Rosa, Clarice e que tais, ou carregadas de enigmas que cansam, ou até mesmo afastam o leitor. Pude ler seu texto com todos os sentidos, tateando, vendo, ouvindo, sentindo os cheiros, as expectativas, tudo fluindo no devido ritmo, se repetindo na oportuna enfatização, uma verdadeira peregrinação juvenil, pois você caminhava mesmo para o mais sagrado da sua vida, a sua instrução, os livros, a revelação que eles lhe traziam.... Haveria muito mais a dizer, mas não sou crítica literária, me faltam ferramentas para isso. Minha especialidade é Linguística.

Um grande abraço, Maria.

 

 

Franz Xaver Winterhalter. Portrait of Mme. Rimsky-Korsakova, detail

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Link para o Relato da Peregrinação Adolescente