Mais de 3.000 poetas e críticos de lusofonia!

Maria Maia 

mmaia@senado.gov.br

Titian, Venus with Organist and Cupid

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Poesia:


Ensaio, crítica, resenha & comentário: 


Fortuna crítica: 


Alguma notícia da autora:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ticiano, Magdalena

 

Rubens_Peter_Paul_Head_and_right_hand_of_a_woman

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Frederic Leighton (British, 1830-1896), Memories, detail

 

 

 

 

 

Maria Maia



Bio-bibliografia


Maria Maia nasceu no Acre e reside em Brasília. Publicou poesia no livro Mais Uns - coletivo de poetas, na Revista Gárgula e na antologia Espelhos da Palavra. Escreveu os livros de poesias Elosderos, Tantos a Tanatos e Meu Duplo Nada, todos inéditos. Publicou de forma independente os ensaios Cinutopia e o roteiro Mal da Lua. Escreveu o ensaio Escritura Fílmica: dramaturgia do enredo e dramaturgia da forma, que defendeu para obtenção do grau de Mestre em Comunicação Social na Universidade de Brasília.

Publicou no Jornal de Brasília o artigo Depois do Sertão, O Paraíso Perdido, sobre o livro de Euclides da Cunha e no Diário do Nordeste, A Pele Quente do Cinema Brasileiro , sobre o filme O Calor da Pele de Pedro Jorge de Castro. Colabora com O Escriba, jornal do sindicato dos escritores de Brasília.

Realizou vídeo-poemas: O breu não atinge o Jordão, Tardas Horas e os vídeo-fragmentos Deuses na Cidade e Eldorado, baseados em Heráclito. Dirigiu também as video-adaptações Espelhos Abomináveis ( baseado em JL Borges ) e Inferno e Paixão ( baseado em Clarice Lispector). Além dos vídeos Um Dia no Juruá e Deuses no Juruá, este último em colaboração com o cineasta Rogério Sganzerla.

Realizou o CD-rom Acumularte, onde reúne seu trabalho em várias linguagens poéticas ( verso, vídeo e pintura ), roteiros e ensaios. [Notícia de 2001. Maria Maia reside em Brasília, DF].

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

William Bouguereau (French, 1825-1905), Reflexion, detail

 

 

 

 

 

Maria Maia


 

Nada aos tantos


ah que sou nada
aos tantos
(despedaços de quebrantos)
fracionada
vitrificanto

 

 

 

 

John William Godward (British, 1861-1922),  A Classical Beauty

Início desta página

Ronaldo Costa Fernandes

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Thomas Colle,  The Return, 1837

 

 

 

 

 

Maria Maia


 

Um lance de dados dos dedos de deus
 


homenagem aos 100 anos da morte de Mallarmé



A
Fundar
Da(na)do
Do Nada, mudo:
Mundo, acaso, fado, fardo
Homem, Mulher, fome e Tudo...
 

 

 

 

William Bouguereau (French, 1825-1905), Mignon Pensive

Início desta página

Nicodemos Sena

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Caravagio, Tentação de São Tomé, detalhe

 

 

 

 

 

Maria Maia


 

bRASIL


na margem do país findo que acho
a fome fátua reina
 

 

 

 

Rafael, Escola de Atenas, detalhes

Início desta página

Alceu Brito Correa

 

 

 

 

 

 

 

 

Caravagio, Êxtase de São Francisco

 

 

 

 

 

Maria Maia


 

Barro Oco


carregada de gregório,
góngora, quevedo,
ando de mim
desde cedo
 

 

 

 

William Bouguereau (French, 1825-1905), Reflexion

Início desta página

Majela Colares