Mais de 3.000 poetas e críticos de lusofonia!

Jorge Tufic 

 

jorgetufic@hotmail.com

 

Sandro Botticelli, Saint Augustine, Ognissanti's Church, Firenze

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Poesia:


Ensaio, crítica, resenha & comentário: 


Fortuna crítica:


Alguma notícia do autor:

 

Jorge Tufic

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

William Blake (British, 1757-1827), Christ in the Sepulchre, Guarded by Angels

 

Franz Xaver Winterhalter. Portrait of Mme. Rimsky-Korsakova. 1864.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Caravagio, Tentação de São Tomé, detalhe

Jorge Tufic


 

Endereço postal:

 

Rua Conselheiro Tristão, 277, apt 202
Fortaleza -CE
CEP: 60.050-100
 

 

Nota biográfica:

 

Jorge Tufic (1930) cearense do município de Sena Madureira, Acre,
onde ao som das violas sertanejas dos Soldados da Borracha, captou os primeiros rebentos de sua vocação para a Poesia. Residente em Fortaleza, CE desde 1991.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Frederic Leighton (British, 1830-1896), Memories, detail

Jorge Tufic


 

Comentário sobre Estudos & Catálogos - Mãos:

 

Jorge Tufic

 

Recebi, ainda sob o foguetório de ontem, o Jornal de Poesia, contendo a saga introdutório de uma outra saga, esta de Virgílio Maia, encimada pelo título Recordel. Agradeço-lhe por tudo. Você tem linguagem própria, cultura sertaneja visível, ensinada com apuro.Jorge Tufic

Na paisagem urbana, eu não sei recortar o Vigílio sem ter na mente um sertão de paletó e gravata. Nem de ver Soares Feitosa sem lembrar um peão da caatinga educado em Paris.

Com todo o respeito, portanto, eu me curvo diante de ambos como quem se curva a um remanescente pajé das águas pretas, guardador da sabença amazônica.

Meu grande abraço

Jorge Tufic

[Nota do editor: Soares Feitosa nunca muito mais longe do que a Cidade da Bahia]

 

 

 

Michelangelo, 1475-1564, David, detalhe

Início desta página

Lilian Mail

 

 

 

 

 

 

 

 

Leighton, Lord Frederick ((British, 1830-1896), Girl, detail

Jorge Tufic



Vênus


Dá-me, Apeles, o sangue dos teus dedos
e as cores deste mar, espuma ardente
em que Vênus ressoa e se reparte
entre deuses e bichos, céus e terras,
para que a louve, prostituta imensa
feita de orgasmo e sol. Pombos e cisnes
a conduzem nos braços da Volúpia
onde ela exerce, pleno, o seu domínio.
Mas, de repente, queda-se cativa
de um mortal como Adônis. Tão completa
me parece esta deusa que seu brilho
tem, sobre nós, a calma perspectiva
de uma fúria saciada: um simples nome
que a eternidade rútila consome.

 

   

 

Da Vinci, Cabeça de mulher, estudo

Início desta página

Marcelo Coelho

 

 

 

 

 

 

 

 

 

William Bouguereau (French, 1825-1905), A Classical Beauty

Jorge Tufic


 

Restinga's Bar


Sou tão frágil, meu bem, que um som, de leve
pode ser-me fatal como o teu beijo:
qualquer música brega, qualquer frase
pode ser-me fatal. E, assim, não deve
a brisa andar tão próxima à tormenta,
como não deve o ritmo da valsa
transformar-se em punhais; a vida é breve
e aquilo que é demais logo arrebenta.
Sou tão frágil, meu bem, que nada pode
separar-me de ti. Teu nome é um sonho
que navega em meu sonho. Tenho pena
de tudo, algo me aflige e me sacode.
Desliga esse Gardel, bota um canário
em vez do som, da voz que me condena.

 

   

 

Maura Barros de Carvalhos, Tentativa de retrato da alma do poeta

Início desta página

Alfredo Fressia

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Andreas Achenbach, Germany (1815 - 1910), A Fishing Boat

Jorge Tufic



Voragem


Rostos que nunca vi, jacintos murchos
cujas sonatas frias me tocaram,
estes rostos não quero: eles são breves
no desfile das pálpebras cerradas.
Penso naqueles outros, familiares
rostos de toda a vida. Cataventos
da rua ainda sem nome, alagadiço
porão da infância, arpejos e trigais,
dai-me a ver novamente ou mesmo em sonho,
estes semblantes nunca repetidos,
graves alguns, mas todos inseridos
na memória dos dias voluntários.
Cemitério, talvez, dessas lembranças,
todas, em mim, são rosas e crianças.

 

   

 

William Bouguereau (French, 1825-1905), Mignon Pensive

Início desta página

Carlos Herculano Lopes

 

 

 

30.08.2005